24 de junho de 2009

Quatro jogadores expulsos da selecção iraniana



Quatro jogadores foram expulsos da selecção nacional do Irão e não poderão voltar a ser convocados para representar o país por utilizarem pulseiras verdes, a cor usada na campanha eleitoral por Mussavi, opositor ao governo iraniano liderado por Ahmadinejad, durante o jogo frente à Coreia do Sul para a fase de acesso à fase final do Mundial2010.
De acordo com o diário "Iran", Ali Karimi (Persepolis), Mehdi Mahdavikia (Bochum), Hosein Kaabi (Saipa) e Vahid Hashemian (Eintracht Frankfurt) foram "afastados" poucos dias depois de terem mostrado em campo o descontentamento pelos resultados eleitorais e o apoio ao candidato derrotado nas últimas eleições iranianas.
O diário britânico "The Guardian" informa que os quatro internacionais iranianos estão proibidos de conceder entrevistas. O jornal adianta ainda que os passaportes dos jogadores encontram-se na posse das autoridades desde que a comitiva regressou a Teerão, depois do jogo.


Repressão? Não, obrigado.

Sem comentários:

Publicar um comentário