27 de junho de 2009

Letícia Ferreira vence Prémios Talento na categoria Desporto

A karateca Letícia Ferreira, residente no Luxemburgo, foi a vencedora dos Prémios Talento na categoria de Desporto, durante uma gala organizada ontem em Lisboa pela Secretaria de Estado das Comunidades e transmitida pela RTP. O segundo nomeado pelo Luxemburgo, a associação Amizade Portugal-Luxemburgo, perdeu o galardão Associativismo para o Real Hospital Português de Beneficiência, do Brasil.
Doze portugueses que vivem no estrangeiro foram ontem distinguidos com os Prémios Talento 2008, atribuídos anualmente.
Na categoria Artes do Espectáculo, a vencedora foi a actriz, escritora e produtora Alice de Sousa, do Reino Unido que fundou a Galleon Theatre Company, o teatro Greenwich Playhouse e a companhia de cinema Galleon Films.
Na área de Artes visuais, foi distinguida a pintora Maria Cristina Tavares, de França, que expõe em exclusividade numa das principais galerias de arte de Lyon.
O prémio Associativismo foi atribuído ao Real Hospital Português de Beneficiência em Pernambuco, Brasil, o maior complexo do norte-nordeste brasileiro, gerido por portugueses e que, apesar de ser uma instituição privada, dá assistência médica e social gratuita aos mais carenciados.
Na categoria de Ciência, foi distinguido Victor Pereira da Rosa, do Canadá, especializado em antropologia social e sociologia, tendo já publicados diversos trabalhos em vários países, incluindo Portugal.
Na Comunicação Social, o vencedor foi José Ribeiro Franco, do Canadá, director e proprietário do Jornal Luso-Canadiano.
O prémio Divulgação da Língua Portuguesa foi atribuído a Pierre Léglise-Costa. O professor, linguista e crítico literário já mereceu outras distinções, nomeadamente o Prémio Europeu Charles Perrault pelo melhor trabalho de divulgação de literatura estrangeira em França.
Na área Empresaria, foi distinguido Avelino Costa, um empresário dedicado à comercialização e em 1981 foi eleito deputado federal pelo Estado de Minas Gerais, Brasil. Criou também a Fundação de beneficiência Mendes da Costa.
Na categoria Humanidades, o prémio foi para Elisa das Candeias Borges, religiosa da Congregação de Nossa Senhora da Caridade, em França, que ajuda presos da cadeia de Fresnes, nos arredores de Paris.
O prémio Literatura foi atribuído a Isabel D’Ávila Winter, professora de escrita criativa no Kenmore Community College, em Vrisbane, Austrália. Em 2008, publicou o romande “Dona Stella e as suas rivais”, editado em Portugal pela Quidnovi.
Na Política, o vencedor foi Gilberto Pereita Martins, um dos mais destacados membros não africanos do Congresso Nacional Africano (ANC, no poder na África do Sul) e é actualmente director-adjunto das Obras Públicas do governo provincial de Gauteng.
Finalmente, na área das Profissões Liberais, foi distinguido Manuel Norberto de Sousa, um dos melhores vendedores no Candá da rede imobiliária REMAX.
Em declarações aos jornalistas no final da gala de atribuição dos Prémios, que se realizou no Convento do Beato, em Lisboa, o secretário de Estado das Comunidades, António Braga, afirmou que o objectivo desta iniciativa é o “reconhecimento de tantos e tantos portugueses que honram a memória” de Portugal.
“Temos de saber criar sinergias e fazer com que no quotidiano o país também possa beneficiar dessa força que existe em todo o mundo”, disse.
Os vencedores da terceira edição dos Prémios Talento receberam uma obra do escultor Charters de Almeida.

LETÍCIA: KARATECA DE NÍVEL MUNDIAL

Letícia Ferreira nasceu em Madrid, filha de pais portugueses, em 18 de Outubro de 1988. Residente no Grão-Ducado há nove anos, Letícia pratica karaté no KC Strassen há apenas cinco, contando já com inúmeros troféus e medalhas no seu currículo.

A saga de sucessos começou em 2007, ano em que se tornou campeã de juniores e vice-campeã de seniores no Luxemburgo. No mesmo ano, sagrou-se campeã de juniores e alcançou o terceiro lugar no campeonato de seniores, em Portugal.

Em 2008, é campeã de juniores e terceira no campeonato de seniores no Grão-Ducado. Ainda no ano passado, obteve ainda a medalha de prata nos campeonatos internacionais na Finlândia, na categoria de seniores femininos e foi vencedora na categoria de juniores de -53 kg da "Lion Cup International" de karaté em Strassen. Em Novembro de 2008, Letícia defendeu no Porto, o título nacional no campeonato português de karaté de sub-21, terminando a prova no terceiro lugar. Em Dezembro, alcança o título nacional de juniores em Portimão.
O ano de 2009 volta a ser sinónimo de êxitos, tendo a atleta lusa sido campeã nacional de Portugal de karaté, na categoria de -55 kg em seniores femininos. O último feito de Letícia remonta a 23 de Maio, quando venceu o torneio internacional de Differdange da modalidade, na categoria sénior de -55 kg, ao representar o Karaté Club de Strassen. Entretanto, a karateca portuguesa integra há cerca de ano e meio a selecção nacional portuguesa e tem como grande objectivo representar o seu país nos campeonatos da Europa e do Mundo e também nos Jogos Olímpicos.

Sem comentários:

Publicar um comentário